domingo, 17 de agosto de 2008

Era uma vez...

Que bom que meu Rei puxou a mim e não ao pai, quando o assunto é leitura.
No aniversário dele, a tia Edileuza deu uns livrinhos acompanhados de um dvd. Ele adora os livros, pede a todo instante que a gente conte uma história pra ele. O mais lindo é o jeito como ele pede, chegando com o livrinho na mão e dizendo: "éaveiz", pra dizer "era uma vez".

Detalhe: conhece todos os personagens e já sabe onde encontrar o que quer. Culpa da avó Naza, que vive brigando para que a gente substitua os dvds pelos livros. Quando ela chega aqui em casa lê muito pra ele. No livro da Ovelinha Isolda (é esse mesmo o nome dela) e no do Cãozinho Rex ele já sabe que na última página tem uma lua. Sabe também que no livrinho do Bezerrinho tem um trator, que ele chama de "cacôr".
Lindo de viver!!

Ah, quando a gente tá assistindo televisão, se passa uma mulher e ele pergunta "hum, hum", eu digo: " mulher bonita" (pra ele ir se acostumando), se é um homem eu falo "homem feio". Aí, hoje, quando a gente tava assitindo as Olimpíadas de Pequim, passou Diêgo Hypólito chorando e ele foi logo gritando "fêo, fêo". kkkkkkk

Um comentário:

Sara disse...

Há mais ou menos 8 dias comecei a conhecer um pouco mais (aliás, muito mais) a rotina do meu querido afilhado Arthur, graças ao blog.
Tem sido um verdadeiro encantamento saber tudo o que ele tem aprontado: que é louco por carros – de verdade ou brinquedo – que gosta de leitura, que assiste dvd´s, que curte os infantis gospel, que já anda – mesmo que desengonçado.
Engraçado, Val, não me recordo se você tinha o sonho de ser mãe. Acho que nunca chegamos a falar sobre isso. Mas me emociona o fato de você ser tão feliz como mãe. Isso me deixa feliz também.
Ótima semana para você. Continue postando que eu leio todos os dias.
Beijos em Arthur e Naim,
Sara