quinta-feira, 4 de junho de 2009

Observador

Arthur dormiu depois da 1 da manhã. Eu capotei logo e ele ficou aos cuidados do pai. Hoje pela manhã, como eu não ia trabalhar, decidi ficar com ele em casa. Deixei-o dormir para ver até aonde ele iria. Enquanto ele dormia, o papai me disse que tiveram altos papos na cozinha, depois que peguei no sono... ai, ai...

Daí que ele acordou 9 horas da manhã. Dividimos as tarefas: eu fazia a faxina e o pai cuidava dele. Perto do meio-dia ele adormeceu no chão do quarto. Peguei-o e coloquei no berço, porque eu tinha acabado de trocar o lençol e ainda estava arrumando o meu quarto, que é onde ele dorme normalmente, no cercadinho. Acho que é a segunda vez que ele dorme no berço. Umas três horas da tarde, ele acordou. Ficou quietinho e chamou o papai. De repente, o papai me chama:

- Val, vem aqui ouvir uma coisa e traz a câmera!

Lá vou eu, largando a vassoura de câmera em punho. Quando chego no quarto o papai fala para Arthur:

- Diga pra mamãe o que você falou do quarto.

Ele não quis conversa. Insisti um pouquinho - já filmando - e ele só queria os brinquedos. O papai insistiu novamente e ele resolveu falar:

- Que 'carto' lindo. É azul-claro!

....................................
Titio Ranne, pra você que custa a acreditar, um videozinho pra provar! Favor não repare muito nos cabelos da criança - ainda estamos convencendo-o a deixar cortar - e nas caretas horríveis que ele faz!

3 comentários:

Lindomar disse...

Noooooooooooosssa!!!

Ele é um pequeno gênio mesmo
mas que é mentira isso é mesmo...

quem não sabe que você fez jornalismo na melhor faculdade do Nordeste e naquele laboratório fantástico de ultima geração aprendeu a fazer milagres com computação gráfica.

Então, toma vergonha e vai filmar esse moleque brincando de carrinho e outras coisas mais normais que os pobres mortais dessa idade fazem


beijos

Fiquem com Deus

Vany e Noca disse...

kkkkkkkkkkkk

Filma tudo...
Beijos.

Flavia disse...

hahhahahaha...
vim retribuir a visita e morri de rir com teu reizinho.
é uma delicia essa fase de falação, né?
um beijo. Flavia
(do Astronauta)