segunda-feira, 5 de abril de 2010

Quem é Deus???

- Mãe, eu tenho dois aninhos, não é?

- É filho, mas você já vai fazer três.

- Mãe, quem me emprestou esse aninho pra eu fazer???

- Foi Deus, filho. Ele não emprestou, ele deu mais um ano de vida pra você.

- Mãe, onde Deus está?

- No céu, ué!

- Não, mãe. Deus está em nossos corações!

Né fofo???

***
Arthur tem me perguntado muito quem é Deus, quem é Jesus, onde Eles estão. Eu explico de acordo com o que eu sei, com o que eu conheço (e não é muito). Sei que preciso apresentar Deus para o meu filho. Sei que para isso, preciso conhecê-Lo mais, ter mais comunhão com Ele para poder falar dEle com propriedade. Preciso frequentar mais a Igreja e fazer disso uma rotina. Preciso dar mais de mim a Deus, para recompensar tudo que Ele faz por mim.

Não lembro onde ou quem me falou isso, mas foi uma reflexão feita por um Pastor que me chamou muito a atenção. Dizia, salvo engano, mais ou menos assim: "Se o seu filho conhece mais a Xuxa do que a Jesus, cuidado, está na hora de apresentar Cristo pra ele". Para quem crê, fica o convite à reflexão.

6 comentários:

Paloma disse...

Bom, eu sou espírita e confesso que ando praticando pouco minha religião. Isa também pergunta quem é Deus, quem é Jesus. E acredito mesmo que ele mora em nós. Entáo, digo a ela isso, que é um amor maior, que vive dentro das pessoas, e que esse amor move o mundo e cria as coisas. Talvez seja muito metafórico, mas acho que é uma forma bonita e doce de explicar. bjos
Paloma e Isa

Vany Piher disse...

"O pouco com Deus é muito". Busque-O !!!! Amo vocês.

Kell Alves disse...

Muuuuito ansiosa pelo resultado da promo...

Adriana D. disse...

Sabe que depois que minha filha nasceu me sinto mais religiosa, mais crente. Sou espírita e a chegada da Maria me fez refletir muito mais.
Bjs

Nina Nishioka disse...

Oi flor. Que lindo ele. Nossa essa reflexão que você citou é mesmo verdade. Eu sou evangélica, mas tenho ído pouco a igreja. Sinto muita faltae sei que devo ir mais e tornar isso algo que faça parte da vida do Léo. Eu cresci em um lar evangélico e minha infância inteira eu fui a igreja todos os domingos e sei o quanto isso me fez bem e me ensinou muitas coisas. Valores e princípios que formaram meu caráter e que vou passar pro Léo. Um beijo!

Lia disse...

Que fofo. E ele tem razão, né? Deus tá mais no coração que no céu...