domingo, 15 de agosto de 2010

Noção de Família

Hoje pela manhã, lancei a pergunta ao pequeno:
.
- Filho, você quer que eu convide a tia Eliete, o Victor e a Jaelly para almoçar aqui hoje?
.
Ele respondeu, eufórico:
.
-Ôba mãe! E eu quero tia Cléia também!
.
Falei, brincando:
.
- Ah, não. Eu não gosto de tia Cléia!
.
Ele, já chateado:
.
- Mãe, eu gosto muito de tia Cléia. Ela é minha tia. E você tem que gostar também. Mãe, nós somos uma família.
.
(Isso mesmo filho! Nós somos uma família. Ainda bem que você já sabe disso!)

Um comentário:

Marina Fiuza disse...

Em julho agora estávamos na casa dos meus avós, que estava cheia (minha mãe, tios...). Um dia minha filha soltou do nada um "ai... como eu amo a minha família" e deixou todo mundo emocionado. Com essa fala conseguiu despertar na gente esse sentimento bom de que somos um grupo, um time em meio a um mundo gigantesco.
Esses sábios pequenos... =))))