quinta-feira, 30 de setembro de 2010

A lenda do Boi Tatá

É fato que os filhos acabam ensinando aos pais. Enquanto eles ainda são pequenos, indefesos e com o "hd formatado", nós, pais, vamos inserindo o que achamos certo, tentando evitar que as informações erradas ocupem espaço na memória e eliminando os vírus.

Mas uma coisa é certa: eles crescem (queira Deus)! E eles vão sofrendo influências externas ao mundinho em que viviam, até então. E eles aprendem muito e, por vezes, acabam nos ensinando algo, seja uma simples configuração do celular, seja um lance novo do computador, seja corrigindo algo que falamos de errado. Esse dia via chegar, mais cedo ou mais tarde.

No meu caso, foi cedo demais. Explico:

Ontem fomos buscar a vovó no trabalho. Mal a coitada entre no carro, o pequeno já começa com a ladainha:

- Vóóóó, con-ta-uma-his-tó-ria-pra-mim! (ele fala assim, bem rápido e tudo junto, como se fosse um termo só)

E minha mãe, não sei o porquê, começou a contar uma história da mula-sem-cabeça. E perguntou ao pequeno se ele conhecia a mula-sem-cabeça. Daí ele soltou:

- Não, vó! Eu conheço o Boi Tatá. Sabia que o Boi Tatá é uma cobra gigante???

Eu, toda abismada, perguntei a minha mãe:

- É verdade isso? - e ela fez um "sim" com a cabeça. Eu continuei: - Pois eu jurava que o Boi Tatá era um boi, parente do Bumba-meu-boi!

E o pequeno insistindo:

- Não, mãe! O Boi Tatá é uma cobra gigante que vive na água do rio.

É filho... por essa, a mamãe não esperava. Perdoe a ignorância. Depois, fiquei pensando: "Se fosse a pergunta do Milhão do Silvio Santos, quando ele dissesse 'você está certa disso'?, eu ia fácil fácil no boi e voltava lisa pra casa. Obrigada filhão. Te devo uma!



2 comentários:

Kell Alves disse...

Pode até não ter ganhado o milhão mas o orgulho do guri é impagável né?

Danileide disse...

Devo confessar que eu também perderia fácil, fácil. Kkkkkkkkkkkkkkk.
Beijos.