quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Você sabe o que é um Gêiser?

Arthur, quando está com sono, pergunta se a gente aprendeu alguma história no trabalho, naquele dia. Ontem à tarde, estávamos na casa da vovó e ele fez essa pergunta ao avô. Então, o avô começou a inventar uma história de uma criança que não gostava de água e que caiu no mar. Eu não estava prestando muita atenção, até que o vovô falou:

- (...) Então, o menino chegou à beira do rio e, de repente, as águas começaram a jorrar bem alto...

E o guri:

- Como um gêiser, vovô!

Só vi quando meu pai arregalou os olhos e deu uma risada bem alta e bradou:

- Guri inteligente da gota!

Perguntei onde ele tinha visto isto (querendo saber onde ele tinha aprendido, na verdade), e ele falou:

- Ué, lá em Caruaru, no parque! (referindo-se a uma fonte artificial que vimos no Parque Ecológico, em visita a Caruaru).

Não sei onde ele aprendeu o que era um gêiser, mas depois das pesquisas, creio que ele deve ter visto isso em algum desenho da Dora Aventureira ou do Mini Einstein. Óbvio que a fonte que o pequeno viu não é um gêiser, mas ele aprendeu a palavra e logo associou-a à fonte. E se você, como eu, não sabia ou não lembrava o que é um gêiser (se aprendi isso algum dia, não me lembro), aprenda agora:

O gêiser é uma espécie de fonte termal que, periodicamente, tem erupções, ou seja, através dele uma grande coluna de água quente é expulsa para o ar. A palavra gêiser vem de uma fonte, situada na Islândia, chamada Geysir que, por sua vez, vem do verbo islandês gjósa, seu significado é emanar.
As erupções de alguns gêiseres ocorrem em intervalos fixos, mas a maioria delas acontece com espaçamentos irregulares, e cujas pausas podem durar minutos ou anos. O período de duração da erupção de cada gêiser é diferente entre eles, pode variar de segundos a horas. A altura da coluna oscila entre 1 e 100m, e a quantidade de água que é jorrada pode variar de alguns poucos litros até dezenas de milhares de litros.
O gêiser entra em erupção quando a base de uma coluna d’água, que repousa sobre a terra, evapora por estar em contato com uma rocha vulcânica quente. Este superaquecimento causa o aumento da pressão da água, esta quando supera os 100ºC de temperatura, é transformada rapidamente em vapor de água, e provoca a emissão da água situada na parte superior da coluna. Depois da explosão ter acontecido, água mais fria flui pela chaminé do gêiser e o processo começa novamente. A força com que a água é arremessada pra cima depende de sua profundidade, já que o peso da coluna aumenta com a profundidade e dele depende a pressão exercida na base.
Quase todos os gêiseres conhecidos estão situados na Nova Zelândia (zona vulcânica Taupo), Islândia, Japão, Chile (El Tatio), Rússia (Dolina Geiserov, localizado na península Kamchatka) e Estados Unidos. O mais famoso deles é o Old Faithful, está localizado no Parque Nacional de Yellowstone, em Wyoming, Estados Unidos, ele expulsa entre 38.000 e 45.000 litros de água em cada erupção e a coluna d’água chega a atingir a marca de 52 metros. As erupções ocorrem em intervalos de 37 a 93 minutos. As erupções são precedidas por jatos de água com altura variável entre 3 e 8 metros. Os intervalos entre as erupções dependem de uma série de variáveis, tais como, o calor, a quantidade e a velocidade das correntes de água subterrâneas, a natureza do tubo do gêiser e as conexões (algo semelhante a encanamentos) existentes debaixo da terra.
Há também gêiseres individuais situados no Peru, Açores, Quênia, Bolívia, México.

3 comentários:

Ana disse...

Hehehe. Deve ter aprendido em algum desenho mesmo. O meu as vezes tb fala cada coisa. Aí depois vejo no desenho. Rs
Beijos!

Genis disse...

Passando por aqui pra desejar muita paz nesse Natal e saúde pra todos os familiares!
Beijos, Genis

kevin disse...

Mata Mblere

Moncler Jackets For Men

Jackets For Men

Moncler Outlet Platine