terça-feira, 17 de março de 2009

Meu Bibito!

Sempre inventei alguns apelidos para o meu guri. Sou super a favor! Acho saudável, desde que os apelidos sejam carinhosos e que não substituam o nome dele para sempre. O primeiro apelido que dei para ele foi Gungun. Ele ainda tinha uns três meses e vivia repetindo isso. Aí comecei a chamá-lo assim. A babá - que era metida - começou também! Um primo dele - Felipe - também! Eu, parei logo. A babá, continua até hoje. Só se refere a ele assim. Quanto ao primo, o feitiço virou contra o feiticeiro: o Rei que chama Felipe de Gugu. Pode?
Depois, comecei a chamá-lo de Bibito e suas variações: Bibitinho, Bibitão... Ele se reconhece como Bibito. Outro dia tivemos o seguinte diálogo:

Ele: Mamãe!
Eu: Oi!
Ele: Oi, Bibito! Oi, filho! (Na verdade, ele queria que eu respondesse assim).
E segue a relação dos apelidos: Manzanzan, Zamozim, Marãmarã, Art (Tia Vanessa, Tia Baby e Tia Daninha que o chamam assim)... Sem falar no apelido da Piturusca, né?

Daí que hoje eu cheguei na escola para pegá-lo e ele estava todo entretido, desenhando. Fiquei parada na porta, observando. De repente uma coleguinha, bem pequenininha, vira pra ele e diz:
- !

Ele olhou pra ela, na hora. E ela, apontando com o olhinho para a porta, avisando que eu tinha chegado, falou:

- Hum!

Ele me viu e foi correndo me abraçar.
Achei lindo! Tanto o apelido dele, quanto a forma como eles se comunicam. Lindo! Tô boba!
..................................................................................................
PS: Detesto que o chamem de Tutu. Só o Tio Ranne que faz isso, gostando eu ou não. Mas eu respondo, ahhhh como respondo!

3 comentários:

Daniella PSF disse...

Art é melhor... principalmente porque me lembra Arteiro... aí fica tudo certinho. Amo esse bibito, tó, tutu, Art, Arthur!

Vany & Noca disse...

Como você responde a Ranne? Como?????
Só corrigindo ... é Arth!!! Só Arth.

Beijosssssssss

Day Pinheiro disse...

É. É ArtH! Rá.