sábado, 6 de fevereiro de 2010

Cocô na Cueca

Ontem à tarde estávamos vendo televisão, de repente o pequeno levantou e afastou-se um pouco de mim. Comecei a sentir aquele "cheirinho" de coisa errada. Quando o procurei, ele estava escondidinho, ao lado do sofá. Percebi a situação. Perguntei, diferente da outra vez, bem calma:

- Filho, você está fazendo cocô novamente na cueca?
- Espera um pouco, mamãe! Ainda não terminei o cocô! - ele respondeu, estendendo a mãozinha para frente.
- Mas está certo isso? É pra fazer cocô na cueca? - falei, ainda mais calma.
- Não mãe! É pra fazer no peniquinho...
- Então por que você fez na cueca?
- Porque eu senti vontade, mãe!!!
- Tudo bem! Termine seu cocô e depois vá para o banheiro.

E foi o que ele fez. Terminou tranquilo. Fomos para o banheiro, dei banho, expliquei que aquilo tudo poderia ser evitado. Perguntei se ele gostava de ficar sujo, de ficar fedendo. Ele disse que não e prometeu que não ia fazer novamente. Claro que ele, ainda, não vai conseguir cumprir a promessa. Mas agora, muito mais calma e paciente, a gente vai resolvendo e se entendendo.

Paciência é palavra chave para essa fase de 2-3 anos. Vai passar!

2 comentários:

Bia Mello disse...

Que lindo!
Deve ser uma fase que exige muita dedicacao e uma dose de paciencia mesmo.
E ser mãe nao é isso mesmo, sempre? :)
Bjs,
Bia

Roquinha disse...

Essa eu "acompanhei" via msn...
Estávamos batendo papo...
Legal, Val, ele ir aprendendo...
Leandro também detesta fazer cocô na fralda...aliás, isso tem acontecido raramente...
Xixi então, ele não faz mesmo!
Os meninos de hoje estão bem espertos!!!