domingo, 12 de dezembro de 2010

Rouquidão

Há 15 dias Arthur está rouco. Não chega a ser uma afonia, mas às vezes ele começa uma palavra e não termina, o som vai se perdendo. Olhei a boquinha dele com uma lanterna, virei prum lado, virei para outro, e não vi nada. A garganta não estava vermelha, não havia feridas na língua, boca ou garganta, nenhum sinal de tosse, peito cheio... nada. Cheguei até a dar alguns jatos de Hexomedine, que ele usou quando teve umas feridinhas na garganta, só pra prevenir. hehehe

Por via das dúvidas, pois prefiro pecar pelo excesso (e já que pago um plano de saúde, não me custa nada), levei o pequeno à Pediatra. Ele estava um pouco apreensivo, sem querer ir, por causa do último acontecido que lhe rendeu 4 pontos no queixo, mas se comportou lindamente. Abriu a boquinha, a Doutora examinou, mediu, pesou, apertou e nada fooi detectado - graças a Deus!

Ela falou que a rouquidão, no caso dele, pode ser porque ele fala muito alto, grita demais e vive cantando (eu confirmei isso pra ela), ou por causa da alergia (ele tem rinite). Pediu para dar o antialérgico (Desalex) por 15 dias e, depois de 2 ou 3 semanas, se a rouquidão não passar, era para procurar um especialista, no caso, um Otorrino, para examinar as cordas vocais. Aproveitei, pedi um remédio para vermes novamente porque o pequeno não está se alimentando bem e pesando 14,3 kg, com 99 cm de altura.

No dia seguinte à consulta, sem remédio sem nada, a rouquidão sumiu. Já se passaram três dias e ele não ficou mais rouco. Comprei o remédio, mas não vou usar agora. Se a rouquidão voltar, eu inicio o tratamento imediatamente, mas achei melhor esperar. Estamos tentando controlar os decibéis da criança, mas tá dificil viu. Ô guri que fala alto...

5 comentários:

Ana disse...

Hehehe
Aqui quem sofre sou eu com os decibéis do Lucas. Aja ouvido. É o tempo todo: "Lucas fala mais baixo, Lucas não grita, Lucas..."
Mas é mais fácil eu ficar rouca de tanto falar do que ele. Rs
Beijos!

Bia Mello disse...

Fala alto e muito, ne amiga?
Mas que deve ficar uma gracinha rouquinho, isso deve...rs
Beijinhos no lindao!

Paloma disse...

Será que não seria o caso de procurar uma fonoaudióloga? Minha irmã é, inclusive é especialista em voz. Vou falar com ela e perguntar se tem algo que você possa fazer. bjo
Paloma e Isa

Anônimo disse...

informações Awesome, muito obrigado ao escritor do artigo. É compreensível para mim agora, a eficácia ea importância é incompreensível. Mais uma vez obrigado e boa sorte!

Cláudia disse...

Oii, Val, q bacana o Arthur ter dado tanto valor ao presente que ganhou, isso mostra que o mais importante não é o valor dos brinquedos, mas sim a presença da família, principalmente dos pais.
Espero q o Natal d vcs seja cheio de paz e alegrias, e que o Arthur ganhe o helicóptero hehehe...
Q a passagem de ano seja um momento de renovação de esperanças, tudoo de boumm pra vcs! Bjss.