quarta-feira, 9 de março de 2011

Corretor Ortográfico

Arthur folheando o livro novo, deparou-se com uma atividade que consistia em ligar os desenhos a sua vogal correspondente. Os desenhos eram de um aquário, uma escada, um iglu, um ônibus e um cacho de uvas. De repente, ele diz:

- Mas mãe, aqui não tem o P de peixinho.

- Então não é o peixe que tem que ligar. Olhe direitinho... - falei.

- Ah, é o aquário, mãe. Eu quase ia me esquecendo. E a letrinha E, mãe? Não tem nenhum desenho. - Ele continuou.

- Tem sim, "es-ca-da". - retruquei.

E ele, na maior ousadia do mundo em me corrigir, falou:

- É "is-ca-da", mãe. Começa com I, você não entende, mãe???


***
Falando em iglu, estávamos vendo o desenho dos Mecanimais, onde os bichos construíam um iglu para um monte de pinguim. Perguntei o que eles estavam construindo, e o pequeno disse:

- É um "iblu", mãe. "Iblu" é uma casa feita de blocos de gelo, que não são redondos. São quadrados.

4 comentários:

Ana disse...

Hehehehe
Aprende mãe, aprende! Kkk
Bjs!

Kell Alves disse...

Humm... Vc está feita Val, tem um professor exclusivo.

Mamãe pela 2ª vez disse...

kkkk, lembrei do meu me ensinando dizer o nome da escola antiga eu dizia Arquidiocesano e ele dizia, ta errado é ArquiodiocesaNI.
bjus

Bia Mello disse...

Êeeeh, mae...aprende como é que escreve "iscada", poxa! :)
Ele é lindo, fico imaginando-o falar estas coisas, com um sotaque bem baianinho...deve ser o maximo!!! O Edu adorou a historia do "iblu"...rs
Bjs,